Techinter

PicPay lança plataforma de câmbio e transferência internacional

Você sabe como fazer transferência internacional? Não? Se você já conhece o aplicativo PicPay vai gostar bastante da nova funcionalidade.

Atualizado há 1 mês, publicado em
Caroline Schwabel
PicPay Fonte: Canva Pro

No dia 1 de julho, o PicPay lançou uma plataforma de câmbio e transferência internacional do qual pode facilitar muito a sua vida. 

Assim sendo, para ajudar você a entender mais sobre essa novidade do PicPay, eu preparei o artigo de hoje sobre o assunto. Ficou interessado em saber mais? Então acompanhe comigo agora mesmo!

O que é o PicPay?

Logo do PicPay: Agora será possível fazer transferências internacionais
Logo do PicPay: Agora será possível fazer transferências internacionais

Como você já deve saber, o PicPay é um aplicativo de serviços financeiros. Sendo mais específico, é uma carteira digital da qual você pode enviar dinheiro para outras pessoas, bem como fazer pagamentos em diversos locais e serviços.

Ele já está a mais de 10 anos no mercado e possui milhares de usuários distribuídos em todo o mundo.

Tanto é que, em 2021, foi eleita a melhor fintech do Brasil.

PicPay lança plataforma de câmbio e transferência internacional

O PicPay já era sucesso até então. Agora, com a parceria criada com a Câmbio Online, o aplicativo se tornou ainda mais eficiente.

Contudo, é importante que fique claro que nem todos terão acesso a essa ferramenta imediatamente. Ela será liberada aos poucos para os usuários. 

Ao todo mais de 20 moedas podem ser adquiridas com o aplicativo

Além da compra de moedas, também é possível fazer transferências para contas do exterior, tudo é claro, mediante a uma taxa.

O que é câmbio?

PicPay
PicPay Fonte: Canva Pro

Certamente, A troca de moeda, também conhecida como mercado Forex (Foreing Exchange, que se traduz como “troca de moedas estrangeiras”), é o espaço físico ou virtual onde se realizam transações com moedas estrangeiras, ou seja, as moedas são compradas e vendidas simultaneamente.

O câmbio promove o investimento e o comércio internacional entre empresas de diferentes países, assim como a oferta e a demanda de câmbio através da taxa de câmbio ou preço de cada moeda. 

De fato, entre as características mais marcantes do mercado de câmbio ou Forex, estão:

  • Variedade: Muitos atores participam, de instituições internacionais a pessoas físicas que vêm a um escritório de intercâmbio.
  • Grande escala: Como um grande número de operações cambiais é relatado em todo o mundo, posicionando-se como o maior mercado financeiro do mundo.
  • Agilidade: As transações podem ser realizadas por vários meios, como um aplicativo (tipo o PicPay agora), uma janela bancária ou um escritório de câmbio.
  • Horário: Funciona 24 horas por dia, de segunda a sexta-feira. Aos sábados e domingos, o mercado permanece fechado.

Fatores que afetam o câmbio

A princípio, entre os fatores que afetam a taxa de câmbio em uma transação estão:

  • Fatores econômicos: há déficit comercial, inflação, diferenças de taxa de juros, desemprego, entre outros.
  • Fatores políticos: a política monetária e cambial de um país pode afetar.
  • Fatores psicológicos: rumores. Este último parece ser de menor importância, mas esse não é o caso. Por exemplo: em 23/04/2013, um rumor de um ataque à Casa Branca via Twitter abalou o mercado de ações de Wall Street por alguns minutos e as taxas caíram mais de 1%.

Em suma, o mercado cambial ou Forex é caracterizado por facilitar o comércio internacional e o investimento. 

Como fato adicional, as moedas não estão apenas entre os instrumentos trocados. Do mesmo modo, há também derivativos financeiros.

Quem participa da troca de moedas?

PicPay Fonte: Canva Pro

Em suma, entre os principais participantes da troca de moedas estão:

  • Instituições financeiras: elas participam do mercado especulativamente, na cobertura ou agindo em nome de um cliente. Esses intermediários financeiros permitem que seus clientes troquem moedas.
  • Empresas comerciais: são todas empresas do setor não financeiro que operam como clientes e fornecedores internacionais e que vão ao mercado para comprar e vender moeda estrangeira.
  • Bancos centrais: eles operam em mercados de moeda estrangeira para controlar a oferta monetária, a inflação e/ou as taxas de juros da moeda do seu país.
  • Taxa de câmbio: eles permitem que o público mude parte de seu capital de uma moeda para outra. Eles realizam transações em dinheiro.
  • Corretores: eles são intermediários entre investidores e o mercado Forex.

Conclusão

Em resumo, o mercado de câmbio, também conhecido como Forex (abreviatura do termo Foreing Exchange) é um mercado global e descentralizado. No qual se negocia uma moeda ou a troca por outra. 

É de longe o mercado mais líquido de todos. E é por isso que muitos comerciantes começam a negociar moedas.

Em suma, o PicPay agora traz como novidade a possibilidade de seus usuários realizarem essa compra e venda de moedas bastando ter apenas o aplicativo instalado em um bom celular.

Assim, quem deseja diversificar opções de investimento, essa pode ser, sem dúvida alguma, uma excelente escolha.

Além da opção de câmbio, o PicPay agora permite realizar transferências para o exterior. Isso é muito interessante para quem tem contatos fora do país e precisa efetuar pagamentos recorrentes de forma simples e fácil.

E você, gostou de saber sobre essa novidade do PicPay? Conhece algum outro app que também trabalha com transferência internacional sem burocracia? Conte para gente nos comentários 😉

Caroline Schwabel

Redator(a)

Redatora e especialista em SEO. Trabalho com aquilo que amo há mais de 5 anos. Apaixonada por leitura e escrita.

O que achou do artigo? Comente!